Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mil folhas de Mandioquinha (ou Batata Baroa...ou ainda Batata Salsa...)














Oi, gente! Fui fazer uma massa deliciosa no almoço e precisava de um acompanhamento Este veio a calhar! Além de ser delicioso, suave e lindo, cortadinho assim como na foto é um "loosho" só!!! 
Faça que vale a pena! Receita transcrita quase que integralmente do blog Pimenta no Reino (pois não precisava ficar mudando as palavras, enchendo de frescura um texto que estava pra lá de ótimo e claro!!!).
Sem mais...vamos à receita...

3 mandioquinhas descascadas e cortadas em fatias bem fininhas
1 xíc. de chá de creme de leite (usei fresco)
1 gema
2 col. de sopa de manteiga amolecida 
sal q.b
pimenta do reino q.b
Noz moscada ralada q.b
Parmesão ralado (usei fontina)


Faça Assim:

Em um bowl misture (não bata, apenas misture) o creme de leite, a gema, a manteiga derretida, o sal, a pimenta e a noz moscada. 

Use uma assadeira antiaderente ou uma com papel manteiga untado e comece a montar as camadas: 
1º: mandioquinha 
2º: um pouco do creme – como ele tem a gema, ela vai ajudar a deixar tudo firme depois de assado.

É só ir montando e intercalando. A quantidade de creme vai depender bastante da de mandioquinha e do tamanho do mil folhas que você quer fazer. 
A última camada deve ser do creme e o parmesão ralado vai por cima.
Leve ao forno médio pré-aquecido por uns 20 minutos ou até dourar o parmesão.

OBS: Se quiser servir cortado, espere amornar e corte com um cortador do formato que quiser. Ao servir quente, vai ficar como uma mandioquinha em camadas...mole...mas delicioso!!!!!

Ficou deli! 

Por hoje era isso, amigos! Bom findi! Até a próxima!
Um beijo...e um queijo! 

Moqueca de Banana Caturra ou Nanica







Desde que  resolvi ter uma alimentação vegetariana, me dei conta de que comemos carne como prato principal (quase) e  não como acompanhamento! Tu-do tinha que ter carne..peixe, porco, galinha ou gado! Carne! Sofrimento! Morte! Não como mais! Com isso, tive que ir atrás de dicas e receitas para dar um Up na minha dieta, visto que retirei as principais fontes de vitamina B12 do meu cardápio! E olha...vou te dizer..ela é muuuuuito importante para o organismo! 


deficiência desta vitamina provoca vários outros problemas incluindo fadiga, letargia, fraqueza, perda de memória e problemas neurológicos e psiquiátricos. Quer saber mais? Leia AQUI. Antes que você pergunte, proteínas e ferro continuam no cardápio, visto que como muitos vegetais verde-escuros, cogumelos, feijões e grãos, lentilha, ovos, leite e seus derivados. 

Os alimentos ricos em vitamina B12 são especialmente de origem animal, como peixes, carnes, ovos, queijo e leite e servem para manter as células vermelhas do sangue saudáveis, atuando na prevenção e no combate da anemia. 
Alguns alimentos de origem vegetal também contêm vitamina B12, como o levedo de cerveja e as algas marinhas. Quem consome dietas estritamente vegetarianas geralmente, tem baixa quantidade dessa vitamina no organismo. Por isso, tenho que ficar atenta.
Feito o esclarecimento, voltamos ao que interessa: a moqueca. Como eu disse, tenho que variar a alimentação. Há várias receitas por aí, mas faço do meu jeito! E fica especial! Quem não conhece, não imagina o sabor disso aqui! Único na sua simplicidade! Maravilhoso na sua essência! Bárbaro...pode fazer sem medo! Ah...não uso azeite de dendê, porque detesto!

Serve 3 - 4 pessoas.
Você vai precisar de:
3 bananas caturra grandes e maduras porém firmes (com a casca amarela apenas...não com a casca amarela "malhada" de marrom)
2 cebolas
1 limão
2 dentes de alho
3 tomates médios
1 xícara de chá de leite de coco caseiro
1/3 de pimentão amarelo cortado em tiras
1/3 de pimentão vermelho cortado em tiras
1/3 de pimentão verde cortado em tiras
1/2 xíc. de chá de coentro (ou salsinha...porém o gosto vai ser diferente)
Azeite de Oliva Extra virgem q.b - usei OLIVEIRAS DO SEIVAL, que é nosso! ;)  
pimenta do reino q.b
sal q.b

Faça assim:
Corte a banana ao meio e em tiras compridas. Em um refratário, tempere-as com o alho, um pouco de sal e o suco do limão. Deixe lá por uns 10 minutos. 

Enquanto isso, prepare o mise en place: Descasque e pique uma das cebolas.Reserve. Pique 2 tomates. Reserve. Divida a cebola que restou ao meio e a corte em fatias finas de formato de meias-luas. Reserve. Corte o outro tomate em rodelas. Reserve. Corte os pimentões em tiras. Reserve.

Refogue a cebola e o tomate picado no azeite de oliva. Distribua a banana uniformemente pelo "chão" da panela, com o refogado embaixo, fazendo uma "caminha" para as bananas. Salpique um pouquinho de sal.

Adicione os vegetais cortados em camadas, agora.  Uma de cebola em meia lua, depois uma de  tomate (em rodelas), a seguir o pimentão verde, depois o vermelho e por último, o amarelo. Distribua por cima o coentro. Por cima de tudo, coloque 1/2 xíc. de água. Ela vai penetrar por entre as camadas. Tempere tudo com sal, azeite de oliva e pimenta do reino a gosto. NÃO MEXA, para não destruir as camadas. Por último, coloque por cima de tudo, o nosso querido leite de coco. Deixe ferver por quinze minutos com a panela tampada. Se necessário, baixe o fogo para não queimar embaixo. Sirva com arroz e salada verde. 

Por hoje é só, amigos! Até a próxima!
Um beijo...e um queijo!

Champenoise Bistrô - Ameeeeiiii


                                              Foto da página do Bistrô no Facebook

Vim fazer uma postagem diferente hoje...sobre um bistrô diferente que abriu recentemente (dez/2015) em Pinto Bandeira, município próximo a Bento Gonçalves. Ressalto que este post NÃO É PUBLI EDITORIAL. Questão de paixão à primeira vista, mesmo!




Bem, o CHAMPENOISE BISTROT é diferente do que normalmente vemos por aqui e "por aí"! Tudo começa pela sua filosofia: praticam e respeitam o movimento SLOW FOOD - o que só por isso, já me atraiu, pois é nisso acredito e procuro reger a minha vida! Quer saber mais sobre o movimento Slow? Clica AQUI , AQUI e no FACEBOOK

Depois, vem a decoração... "camponesa"...chic na sua simplicidade! Desde o vasinho de flores à mesa, passando pelo prendedor de guardanapo - que é um ferrinho segura-rolha de champagne, pelo aparador de talheres, que é uma rolha cortada ao meio, passando pela ideia lindíssima de servir uma flor de abobrinha em cima de uma pedra basalto, ou trazer à mesa uma linguiça artesanal DEFUMANDO em cima de um galhinho de alecrim! Todos...digo TODOS os pratos nos chamam à fotografá-los! Todos são primorosos em sua apresentação e conceito! Eita rasgação de seda, não é? Mas aqui, vale cada palavra! 

Quase tudo o que servem são produzidos por eles mesmos, desde as massas até os legumes e vegetais, cultivados em horta orgânica. Os bichos, como patos, porcos e galinhas são criados soltos. "Bichos felizes"! O resto é de agricultores e produtores da região.

Na carta, há escolha do menu completo. Há também, escolha com substituição vegetariana, como foi o meu caso! 

Se você é de Bento, não perca esta dica, vá! Quem vier de fora, vá...e depois me conta se não é verdade tu-do o que eu disse!

No MEU Menu, havia:

Couvert ( o mesmo para todo mundo)
Pastinhas de Tapenade de azeitonas pretas com alcaparras E margarina ao funcho que acompanham os grissinis e pão o caseiro - feito com levain (olha aí a filosofia de novo...)



Entrada
Flor de abobrinha recheada com melão e queijo pecorino maturado


Primeiro prato
Caramelle de Açafrão da terra recheada com zuchinni defumado e farofa de rapadura


Prato principal
Risoto de cogumelos frescos (minha opção vegetariana)


Sobremesa
Sorvete de Morango com Calda de Manjericão ( não lembro bem, mas acho que era isso, sim a calda!)

*****************


O Menu da minha filha - Kids
Espeghetti ao molho de Almôndegas ( bem coisa que criança ama - raspou o prato!)


Sobremesa:
Granita de Melancia

******************


Menu do Marido:

Couvert

Entrada:
Mix de folhas da estação com levedo de cerveja, queijo feta e redução balsâmica

Primeiro prato
Raviolli de ameixa, passas e especiarias e velouté de beterraba

Prato Principal
Linguiça Artesanal com farofa de castanhas e Geléia de Araçá
(servida defumando em um ramo de Alecrim - mara!)


Sobremesa
Arroz doce (feito com arroz cateto vermelho biodinâmico, leite de coco orgânico, especiarias, mel orgânico, chantilly de coco e lavanda, flor de leite)

******************


O Menu do Filho
Não lembro direito o nome dos pratos, Um carinho para os olhos!!!

Couvert

Entrada
Folhado de pato com molho de espumante rosé e amoras. 
Esta foto não é minha. nos esquecemos de tirar, mas o prato é esse daí!
Foi retirada DAQUI

Primeiro prato
Tortellini gratinado de codorna ao molho de ervas (acho!)


Prato Principal
Carré de porco acompanhado de ameixas grelhadas no mel e uvas passas (se eu não me engano!)

Sobremesa
Granita de Melancia - igual ao da mana (acima)

******************
O Champenoise Bistrô atende de Qui-Dom: 11:30 às 14:30
Local: Linha Amadeu, 95717000 Pinto Bandeira, Rio Grande Do Sul, Brazil


Bem...por hoje era SÓ isso, amigos! Espero que gostem da dica! Vale muito a pena!
Até a próxima!
Um beijo...e um queijo!

Fazendo Tofu





 Leite fervendo

Hora de fechar o pano sobre o Tofu  para  terminar de escoar a água.


A água que saiu do queijo após espremer

Segunda vez que fiz tofu! E ficou muito bom...mesmo! A receita, depois de ver 500 vídeos e receitas, cheguei à conclusão que tinha que ser do jeito que eu fiz e pronto! Então, não tirei de lugar nenhum e ao mesmo tempo, retirei de todos os lugares! 

Tofu é um alimento produzido a partir da soja. Tem uma textura firme parecida com a do queijo, sabor delicado, cor branca ou amarelada beeemmm clarinha - ou como se diz hoje em dia..."off white" - ou ainda, "branco sujo"! É originário da China, mas muito comum também na alimentação japonesa e coreana.O processo de fabricação a partir do leite de soja, é muito similar ao do queijo fabricado a partir de leite, tendo também a mesma consistência. É por isso também conhecido por queijo de soja.  

Bem...o tofu por si só é a coisa mais insossa e sem graça que existe! Daí, você o tempera antes de comer...coloca sal, pimenta do reino, bastante orégano e azeite de oliva e plimmmm...já fica outra coisa! Maravilha. Com ele, Você pode fazer desde uma simples ricota a um cheesecake maravilhoso! Você pode batê-lo no seu milkshake, pode comê-lo como uma ricotinha em uma torradinha, pode ainda usá-lo como o queijo no sanduba! Pode ainda fazer requeijão com ele!!! Pode ser comido cru, frito, cozido em sopas ou em molhos, cozido a vapor, recheado com diferentes ingredientes, ou fermentado como picles, etc. Tem um sabor suave, e por isso é geralmente usado em receitas relativamente simples. 

Os coagulantes mais utilizados são cloreto de magnésio, a nigari ou o cloreto de cálcio. É possível também coagular a proteína de soja com limão ou vinagre, porém, estes alteram um pouco o sabor do tofu - mas é o que temos no momento.

Nutricionalmente tem um conteúdo proteico muito rico e por isso é usado no Ocidente como substituto da carne por vegetarianos e veganos. Versátil, contém ainda Isoflavonas - chamado de fitoestrógeno - por apresentarem semelhança estrutural com os hormônios estrogênicos, encontrados em maior concentração nas mulheres e presentes principalmente na soja e em seus derivados, além de serem encontrados também em brotos de alfafa, sementes de linhaça, trevo vermelho, entre outros vegetais. Na soja, as isoflavonas estão distribuídas em todo o grão, tendo maior concentração no gérmen do grão da soja. Estas substâncias podem ser úteis para diminuir os sintomas da menopausa, TPM ou osteoporose.

Receita? Simmmm...anota aí!

1 copo de grãos de soja ORGÂNICOS e ECOLÓGICOS- tem que ser, senão não sai o queijo aqui em casa!
suco de limão
água q.b


Faça Assim:

Lave os grãos e os coloque em uma tigela cobertos com água, de molho da noite para o dia (+/- 12 horas). Lave os grãos em água corrente. Escorra. 
Meça: para cada medida do grão (copo americano) use 3 medidas de água.  Leve ao liquidificador e bata por mais ou menos 3 minutos.

Coe a mistura em um pano com a trama bem firme e fina (como voal) e esprema bem em uma panela...até retirar todo o líquido. Guarde a parte "sólida". Use-a para adicionar em receitas de pães, bolos, biscoitos...guarde em geladeira.
Esprema o suco de um limão.

Deixe pronto um escorredor de massa (que usei como peneira e molde) em cima da respectiva panela. Por cima do escorredor, coloque o pano-coador aberto. Reserve.

Leve este "leite" ao fogo, mexendo de vez em quando até ferver. Abaixe o fogo e deixe cozinhar por 10 minutos. Mexendo de vez em quando e cuidando, pois como o leite de vaca, ele sobe.

Passados os 10 minutos, com uma colher de sopa, vá adicionando o suco de limão. Adicione 1 colher. Dê uma breve e leve mexida e espere para ver se coagulou. Se não, adicione mais uma. Mexa de novo. Espere. Vá colocando o limão até que o leite se separe da água, coagulando. 

Apague o fogo e retire com uma escumadeira, vá retirando o queijo e colocando suavemente no pano (na peneira). Quando tiver tirado quase tudo, despeje o resto sobre o pano. Deixe escorrer na panela de baixo SEM ESPREMER. Jogue fora a água de baixo e monte a panela de novo. Feche o pano delicadamente, pois o queijo vai ficar com o formato que está. Por cima do pano, coloque um peso ( pode ser um refratário cheio de água, uma pedra, sei lá...) e leve para terminar de escorrer por duas horas na geladeira.
Ao final deste tempo, seu tofu está pronto. Guarde em geladeira em consuma em no máximo 5 dias.

OBS: Para ter uma base de como cozer, retirar o tofu da panela e escorrer, assista ao vídeo abaixo. O "Modo de fazer", não fiz exatamente como a moça do vídeo, como podem ver acima!


Fonte: Anvisa,Tua Saúde, Wikipédia

Por hoje é isso, pessoal! Até a próxima!
Um beijo...e um queijo!

Overnight Oats sabor "bolo de banana com nozes, passas e canela" - delícia no potinho!








Os dias estão tããããoooo quentes por aqui, que apetecem desjejuns mais leves, geladinhos e sobretudo s-e-m-p-r-e saudáveis e nutritivos!
Deixo com vocês uma (das muitas) versão de OVERNIGHT OATS. Um "café da manhã no potinho", que deve ser preparado na noite anterior e deixado prontinho na geladeira. De manhã é acordar e...nhac! Delícia pura!!!
Esta versão parece um bolo de bananas com nozes e uvas passa! Deliciosíssimo...se tivesse mais, acho que teria comido sem pestanejar! Faz aí!!!!

Preparo na noite anterior:

Em camadas de baixo para cima:

2 col de sopa de aveia
2 col de sopa de Iogurte natural 
1 banana prata madura fatiada
Canela a gosto
5 nozes picadas
Uvas passas
Completa com Leite (usei de amêndoas)


Fecha e leva à geladeira para comer no café da manhã.

Se necessário, ao comer, adoce com agave, açúcar mascavo ou mel ( eu não adocei, por conta da banana madurinha e as uvas passa!)

Só...facinho, né? Mais um motivo para você experimentar!

Por hoje é isso, amigos! Até a próxima!
Um beijo...e um queijo!

Bolinho de Feijão













 Foto da Equipe do EG

Foto da Equipe do EG


Em setembro tivemos o IV Encontro Gourmet (Encontro Nacional dos Blogueiros de Gastronomia e Culinária do Brasil) e dentre as oficinas e palestras que assisti, houve este workshop delicioso, patrocinado pela Kitchen em parceria com o Chef Erick Passarelli, da Receitaria Escola Gourmet, de BOLINHO DE FEIJOADA. 
Diante das atuais "circunstâncias" (eu deixei de comer carne - por enquanto...vamos ver se aguento!), deixo a receita original PORÉM, adaptada entre parênteses para uma versão sem carne!
Enjoy!

Você vai precisar de:

500 gr. de feijoada ( feijão cozido e temperado a seu gosto)
50 gr. de farinha de mandioca crua (aproximadamente)
6 gr. de polvilho azedo (aproximadamente)
2 folhas de couve cortadas em tirinhas bem finas
2 dentes de alho 
1/2 cebola média bem picadinha
sal a gosto
pimenta do reino q.b
óleo de girassol para fritar (só uso este, mas pode usar o que tiver em casa)
Farinha de rosca q.b

Faça assim:

Retire os itens não comestíveis da feijoada (folha de louro, ossos...) e descarte. Bata a feijoada (feijão pronto) no liquidificador até ficar uma pasta homogênea. Evite usar muito líquido para bater, para que não fique aguada.

Refogue os dentes de alho e a cebola em óleo vegetal. Acrescente o feijão e espere ferver. Experimente. Acerte o sal, e acrescente a pimenta e outros temperos que achar necessário.

Em um bowl, misture a farinha de rosca com o polvilho azedo. Acrescente esta mistura aos poucos no feijão, mexendo vigorosamente até engrossar - a quantidade acrescentada dependerá do QUÃO AGUADA ESTIVER A PASTA.  
Quando estiver desgrudando da panela, retire do fogo e deixe esfriar.

Em uma frigideira, frite o bacon picado - aqui, usei óleo de oliva e 1 dente de alho. Refogue a couve até murchar. Salgue a gosto. Pode colocar pimenta do reino. Reserve.

Unte um pouquinho as mãos e monte os bolinhos de feijão com aproximadamente 50 gr. de massa aberta em disco e um pouco de couve colocada no seu centro. Feche como uma trouxinha e boleie. Dê uma leve achatada e empane na farinha de rosca.

Numa panelinha alta, frite em óleo vegetal e deixe escorrer em toalha de papel. Sirva.

Por hoje é só, amigos! Até a próxima.
Um beijo...e um queijo!

Maionese de Tofu






A minha janta foi bem gostosa hoje...maionese de tofu no pão. Quase "morri" comendo!!! Muito boa mesmo! E o que é bom deve-se compartilhar, não é mesmo?

Então, aqui está a receita:

Você vai precisar de:

250 gr. de tofu (eu o fiz, porém dá para comprar pronto)
1 maço de salsinha (punhado)
15 folhas de manjericão
sal q.b
pimenta do reino moída na hora q.b
azeite de oliva extra virgem q.b (feita com o nosso delicioso azeite de variedade Arbosana)
1 dente de alho sem o miolo (que é indigesto e é responsável pela pessoa depois ficar "arrotando" alho)
água q.b

Faça assim:

Quebre o tofu em pedaços e coloque no liquidificador. Adicione o resto menos a água, que tem que ser colocada aos poucos até adquirir a consistência desejada. Pronta a maionese!
PODE SER FEITA COM RICOTA TAMBÉM!


Por hoje é isso, pessoal! Até a próxima!

Um beijo...e um queijo!

Purê de aipim com biomassa e cebolinha, macarrão de abobrinha, molho de tomates e Cogumelos tipo shimeji salteados no óleo de coco



Foto da Web

Totalmente VEGANO!!! Simplesmente DI-VI-NO! Muito aromático, saboroso...uma explosão de sabores! Receita da minha querida amiga Alana

Serve duas pessoas.

Você vai precisar de:

1 tomate
1 dente de alho
orégano q.b
azeite de oliva q.b
Aipim cozido (depois de deixar de molho por 4 horas - lembre-se dos oxalatos)
2 col. de sopa de biomassa de banana verde
Sal q.b
Cebolinha verde q.b
1 Abobrinha Italiana
Cogumelos Shimeji (1 bandejinha)
Óleo de coco

Faça assim:

Molho de tomate: 
Asse o tomate com o alho, o orégano e azeite a gosto. Quando estiver pronto, bata no liquidificador. Reserve.

Purê: 
Cozinhe o aipim. Quando estiver macio, bata no liquidificador 1 xic. de chá deste purê com a  biomassa de banana verde (já postada aqui), o sal do himalaia e a cebolinha verde a gosto. Reserve.

A Abobrinha: 
Comprei um aparelho muito bacana que corta a abobrinha em fios - mas pode ser com faca mesmo...bem fininha. Cortadas, cozinhei rapidinho por 2 minutos em água. Reserve.

O shimeji:
Lave ligeiramente o shimeji e salteie no óleo de coco por 2 minutos. 

Monte:
Purê/abobrinha/molho de tomates/shimeji


Por hoje é só, pessoal. Até a próxima!
Um beijo e um queijo!