sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Um anjo chamado Nane...

Engraçado este mundo virtual, não é? Conhecemos e convivemos anos com pessoas que talvez nunca encontremos fisicamente. Ao mesmo tempo fazemos amizade, compartilhamos momentos de vida, de família, anseios, preocupações, dúvidas, alegrias, paixões, tristezas, desesperos, medos, momentos de êxtase pelo nascimentos de alguém...momentos de tristeza pela partida de outros!


Hoje a blogosfera está de luto. Estamos todos tristes! Recebemos a notícia que uma colega blogueira de gastronomia veio a falecer, depois de ter lutado muito para vencer um câncer altamente invasivo e letal! Seu nome era Eliane Cabral , a Nane do blog VOVÓ QUE ENSINOU! Em 2012 foi diagnosticada com adenocarcinoma em estágio IV...o último! Mas isso não a abateu! Fez tratamentos, se debateu, chorou, teve esperanças, sofreu, teve medos, foi corajosa! Lutou uma batalha digna dos bravos!!!!! E este post faz parte de uma blogagem coletiva em homenagem a esta guerreira...pois transmite o SEU ALERTA...O SEU APELO, pois ainda preocupou-se com o outro...ou seja, CONTIGO!!!!!! Uma pessoa e tanto!!!!! 

Abaixo, transcrevo trechos de suas postagens que falam sobre o diagnóstico, os estágios da evolução da doença, seus sentimentos...E DÃO UM ALERTA...A TODOS NÓS...

"  Ás vezes fecho os olhos e lembro exatamente do momento em que me disseram que estava com câncer sim, que o meu câncer primário foi no intestino, mas que no momento já era estágio IV (último) e que já tinha se espalhado para o fígado, pulmão e linfonodos. Nessa hora todo mundo já imagina meses de vida e o mundo desaba. O mais duro não foi ouvir o diagnóstico, o mais duro foi ver a dor das pessoas que me amam.

Do momento que fiquei sabendo da minha doença até hoje, passei por alguns estágios. Num primeiro momento, não queria demonstrar minha tristeza, porque a tristeza já era muita no semblante de todos, e eu não conseguia sequer chorar, queria mostrar que iria enfrentar tudo sem reclamar e confiante.

Passei por quatro tipos diferentes de quimioterapia. Tive diversas mudanças no corpo, cabelo, pele e unhas. Logo após a primeira quimio, resolvi cortar meu cabelo na altura dos ombros. Sabia que minha quimio não era aquela que cairia os cabelos todos até ficar careca, mas resolvi assim mesmo. Achei que era para marcar esse novo momento. Foi até bom cortar porque fiquei com muitas falhas no cabelo. Eles ficaram bem ralinhos, eu, que tinha tanto cabelo, agora tinha que dar várias voltinhas no prendedor. Minhas unhas escureceram, a cor dos meus lábios também. A medicação me deixou muito inchada. Náuseas, vômito e diarreia passaram a fazer parte do meu cotidiano.

Logo quando saí do hospital, o que mais me incomodava era que não conseguia ter mais uma vida normal. Tive que parar de trabalhar, obviamente minha renda caiu absurdamente. Não tinha ainda planejado uma aposentadoria privada, e acabei tendo que receber a merreca que o INSS paga. Ainda bem que mesmo sendo autônoma eu já pagava contribuição. Tudo foi muito difícil, acostumar com ganhar menos, depender da ajuda dos meus pais e minha irmã financeiramente e também para fazer outras coisas... é como se eu voltasse a ser criança do dia para a noite.

(...) Com o passar do tratamento temos que enfrentar dilemas como todo mundo te passando uma receitinha caseira para a cura do câncer. Foi babosa, none, graviola, simpatias, etc... Sei que as pessoas falam com o maior carinho, sei que se preocupam, mas tinha momentos que não aguentava mais a mistureba!

Muitas pessoas me perguntam sobre as dores que sinto. Eu sempre senti dor desde o início porque já descobri minha doença em estágio IV, ou seja, bem avançado, já com câncer metastático, ou seja, metástase é quando o câncer espalhou para outro local. Em outros estágios, o câncer não causa dor, e até um dos problemas é que por não sentir dor, a pessoa não procura um médico e acaba não conhecendo que está doente. Por isso chamam o câncer de doença silenciosa. As pessoas detectam o câncer geralmente através de exames rotineiros.

E ao final, o mais importante...O ALERTA...

(...) No meu caso sempre me cuidei, fazia exames periódicos, mas a colonoscopia é um exame que não é pedido para pessoas mais jovens, da mesma forma acontece com a mamografia. Então sugiro para quem tem casos na família de câncer, que mesmo sendo jovens, insistam com seus médicos para realizar os exames. Cada vez mais jovens se surpreendem com essa doença. E eu por experiência própria e pela quantidade de pessoas que vejo na clínica, o número é bem superior ao que as pessoas pensam. (...)"

x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x.x

Escrevo este post para transmitir a importância de exames periódicos, de fazer exercícios regularmente, de alimentar-se de forma saudável e principalmente...DE ESCUTAR os sinais que seu corpo te dá! Escuta teu corpo...ele se comunica contigo...e só tu para conhecê-lo tão bem!!!!!

Dizem que Deus nunca dá o fardo maior que podemos carregar, não é? E que Ele já tem seu plano para nós!!! Vai ver, Ele precisava deste anjo lá...com ele! Por isso, desejo que vás em paz, querida Nane! E aos que aqui ficam, com uma baita saudade, resta o consolo de que agora ela está bem e que mais cedo ou mais tarde todos estarão reunidos de novo! Ela apenas fez a viagem antes!!!!! Meus sinceros sentimentos aos familiares!

Por hoje era isso, pessoal!

16 comentários :

  1. Oi Aninha, bela homenagem e bela iniciativa de mais uma vez alertar p/essa doença tão devastadora!
    Com certeza a Nane está aplaudindo!
    Bjsss e um ótimo FDS p/vcs

    ResponderExcluir
  2. minha doce amiga obrigado com o carinho com nossa amiga nani
    bjokas doces maravilhoso post

    ResponderExcluir
  3. Olá Aninha! Bom dia!
    Realmente não nos conhecemos pessoalmente mas todas nós blogueiras estamos interagindo
    no mundo virtual com nossas partilhas, seja na culinária, moda, beleza, artesanato, etc.
    E a gente acaba se apegando uma com as outras, independente de visitas ou não.
    A sua postagem ficou emocionante, bela homenagem!

    A Nane, sofreu muito, agora está descansando em paz!

    Bjs, excelente fds junto a sua família! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada e igualmente para vocês, Andréa!!!! Bom final de semana! Um beijo!

      Excluir
  4. Belíssima homenagem, Aninha! Bem estruturada e emocionante! Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Realmente como disseste na tua postagem, mais dia menos dia, sentimos falta uma da outra! Mesmo que o contato não seja diário...lá pelas tantas, nos perguntamos: cadê a fulana? Será que ela está bem? Não a tenho visto por aí...e vamos lá no seu blog, ou no seu perfil dar um alô!!!!! Um abraço e bom final de semana para vocês!

      Excluir
  5. Parabéns, Aninha! Que bom que ainda deu tempo de participar da blogagem coletiva. Esse mundo virtual é mesmo incrível. Confesso que estrou bem afastada, mas quando a Sadhia me convidou pra participar, fui rever vários contatos feitos no início dos nossos blogs e como é importante esse contato. Nossa...essa noite me emocionei muito mesmo. Os momentos de tristeza da Nane, demonstrou mesmo como ela é e sempre será muito especial em nossas vidas. Boas lembranças e quanto aprendizado! Bom final de semana! Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, querida! Como disseste no teu blog...como é bom acordarmos pela manhã e ao abrirmos as redes sociais, no depararmos com nossas amigas...e acompanharmos suas postagens! Sabes que eu havia esquecido da Welze??? Nossa...fiquei pensando um monte nela!!! Um abraço e bom findi para vocês!

      Excluir
  6. Que linda homenagem.. A Nane nos mostrou o quanto era forte, guerreira..
    E de alguma forma nos mostrou o quanto nossos problemas são pequeninos diante de tudo o que ela enfrentou..
    Beijinhos minha linda...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente...a gente tem que acordar pela manhã e pensar: "Quais são mesmo os meus problemas???"
      Temos que levantar e agradecer todos os dias pelo sol que brilha lá fora, pelo frio, pelo calor, pela família, até pelos que não nos querem bem...porque afinal de contas isso nos diz algo grandioso: estamos vivos...mais um dia!!!!
      Um beijo e bom findi para vocês!!!

      Excluir
  7. Linda Homenagem Aninha!!!
    1000 Beijokinhas

    ResponderExcluir
  8. OI aninha tudo bem? linda homenagem que vc fez para nossa querida e Amada Nani ,Muito obrigado por fazer parte da blogagem coletiva
    um beijo me emocionei

    ResponderExcluir
  9. Aninha que delicada sua homenagem, linda! A Nane lutou com bravura ate o ultimo momento e com gesto nobre que nem a doença deixou fraquejar ainda pensou no próximo. Deus poupo-lhe de mais sofrimento. Que ela descanse em paz.

    ResponderExcluir
  10. Uma guerreira que nos deixou um grande exemplo. Fique muito abalada com a notícia... E fiquei muito pensativa também! acredito que este seja o "lado bom da morte" (se é que podemos assim chamá-lo), o alerta, o exemplo, os ensinamentos ficam... Mas a saudade... ah, a saudade! Essa o tempo não apaga, só aumenta. Para os que ficam, resta o consolo (para os que crêem, claro) de que um dia iremos nos encontrar! E eu creio...
    Linda homenagem, Ana!
    Beijos

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...