quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Abóbora Assada - deliciosa, saudável e crianças resistentes!





Oi, amigos! Por aqui, seguimos firmes nesta vibe mais saudável...embora as crianças torçam o nariz para várias coisas, o meu discurso é:

- "Aqui em casa é assim"! 
- Ah...mas na minha amiga tem "tal coisa"... ele leva no lanche isso, aquilo, ...
- Bem...a tua amiga não é  minha filha!!!!
(E às vezes o lanche volta inteirinho porque ela comeu o lanche da amiga!!! Tudo bem, né? Fazer o quê??? Vai que eu repreendo e a filhota joga todo o lanche fora e mente que comeu??? Deus me livre!!!!)

Não...não vá pensar que eu sou xiita!!!! Aqui em casa também rola bolacha recheada...muito de vez em quando, mas rola sim! Refrigerante não compro mesmo! Salgadinhos também não!

Nesta casa tem legumes assados e refogados, arroz integral ( de vez em quando tem parabolizado, para a alegria das crianças!), feijão de todo o tipo, lentilha, saladas variadas, grãos, pães caseiros, bolos, vitaminas de frutas, iogurtes caseiros, leite, sucos naturais, biscoitos integrais e sem recheio - ou caseiros, geleias naturais feitas em casa, sabão caseiro (reaproveitando o azeite), salada de frutas,  doces esporadicamente, chocolate 70 a 85% de cacau, cacau em pó, TUDO ORGÂNICO de preferência. Frequento a feira ecológica 1 x/semana e o que não encontro, compro no mercado ou pela internet. Consumimos quase tudo orgânico: arroz, açúcar, farinha integral e branca, farinha de milho, aveia, quinua, café, cacau, frutas, verduras e legumes. Os ovos e frango só compro os que vieram de GALINHAS FELIZES! Sabe o que são galinhas felizes? São aquelas criadas livres, leves e soltas! Que ciscam o dia inteiro, que são mortas de uma forma que não lhes cause estresse nem sofrimento e também não em larga escala...não aquelas criadas em um espaço do tamanho de uma folha A4, que tês seus bicos cortados para não ferirem umas às outras, com rações cheias de hormônios e obrigadas a colocarem ovos sem parar e depois de um tempo são abatidas penduradas de cabeça para baixo em uma esteira e as que não morrem, são jogadas vivas na água pelando para soltar as penas!!!!IMAGINA A ENERGIA QUE ESSE BICHO PASSA PARA QUEM O COME!!!! A DOSE DE ESTRESSE QUE AS COITADAS PASSAM!!!! 
A carne de gado, a de porco ainda não encontro orgânica! E o meu objetivo é diminuí-la ao máximo e talvez até abolir do cardápio!

Então? Acho que não é uma casa "tira-tesão" de comer, não é? Está cheio de coisas deliciosas por aqui! Mas as crianças querem O QUE NÃO TEM E QUE OS OUTROS TÊM!!! Que dureza, minha gente!!!! Mas vamos levando na base da insistência e do "não oferecimento"!!! Mas quando vão à escola ou na casa dos amigos não tem como controlar, não! Aí, pode né? Senão "as mãe pira"! ahahahahahahah.

Deixo com vocês hoje esta (nem é uma receita) dica de consumo da abóbora de forma deliciosa e crocante! Anota aí!

Você vai precisar de:

abóbora cabotiá cortada em cubos grandes
azeite de oliva extra-virgem
alecrim fresco a gosto
sal e pimenta do reito q.b

Faça Assim:

Ligue o forno a 180ºC. 
Disponha os pedaços de abóbora na forma, espalhando-os. Coloque o sal por cima e a pimenta do reino MOÍDA NA HORA. Distribua as folhinhas de alecrim e regue com o azeite de oliva. Leve assar por 50 minutos.


Por hoje é isso! Até a próxima!
Um beijo...e um queijo!

Um comentário :

  1. Sempre tem abóbora aqui em casa Aninha. A Rosley adora e eu (Jotta) aprendi a gostar. Receita fácil e saborosa, com certeza.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...