segunda-feira, 23 de junho de 2014

Sem Glúten? Isso é para quem PRECISA...não para QUEM QUER!!!!


Fotos encontradas na web


Oi, queridos amigos! Como ando muito pela blogosfera, pesquiso muito, me atualizo o tempo todo, vim aqui falar de algo que está me causando um certo ESPANTO e PREOCUPAÇÃO: a cada dia que passa, mais e mais pessoas estão aderindo à uma dieta sem glúten (e sem lactose - mas isso é assunto para outro dia, ok?)...e fico me perguntando como, estas pessoas simplesmente cortam algo de seu prato por causa de um "diz-que-disse" sem questionar...sem ir atrás de informações relativas a isso! Bem...EU FUI ATRÁS PARA VOCÊ!!! Veja bem, não sou NUTRICIONISTA, sou apenas alguém que se preocupa com o que come, com o que meus filhos comem, com o que VOCÊ come!

Inofensivo para uns, veneno para outros! Tu sabes O QUE É GLÚTEN? A grosso modo, é a proteína existente no trigo, no centeio, na cevada e no malte. Tirar estes elementos da tua alimentação não necessariamente vai te fazer bem, e também não irá resolver todos os problemas com o peso e a saúde!!! Sim...isso mesmo!!! Em qualquer área da vida, o radicalismo  está longe de ser algo bom! 

Para início de conversa, há apenas três situações - e isto é um consenso entre especialistas - nas quais tu podes abolir o glúten da tua dieta: se tiver ALERGIA a esta proteína; se fores portador de DOENÇA CELÍACA; ou se fores sensível ao glúten! E SÓ!!!!

Para o restante da humanidade, ainda não se provou que comer um prato de macarrão prejudique a saúde. "O glúten é uma proteína complexa, mas o tubo digestivo de pessoas livres de doença celíaca está totalmente preparado para digeri-lo sem qualquer problema", diz Flávio Steinwurz, gastroenterologista do Hospital Albert Einstein e do Colégio Americano de Gastroenterologia.

Na doença celíaca, a substância causa uma espécie de inflamação  no intestino, diminuindo a capacidade dele de absorver nutrientes e pode a longo prazo, causar desnutrição (não associada a perda de peso) pela falta de nutrientes essenciais ao organismo como um todo!

Antes de retirar alimentos com glúten da dieta, é importante ter um diagnóstico médico sobre a presença ou não de doença celíaca. Um estudo da Clínica Mayo, nos Estados Unidos, publicado em 2012, estimou que 75% dos celíacos não sabem que têm a doença – e que a maioria das pessoas que resolvem seguir uma dieta sem glúten não recebeu o diagnóstico da condição.

O glúten está presente em praticamente tudo o que comemos, como macarrão, pães, bolos, biscoitos, pizzas...até na cerveja!!! Já a AVEIA, contém esta proteína POR CONTAMINAÇÃO. , pois é estocada em silos, juntamente com a farinha de trigo! Veja só!

Os grãos sem glúten, são o amaranto, o trigo sarraceno (que se assemelha ao trigo somente no nome, mas que vem de outra família...a das gramíneas, como a semente de girassol!). Faz parte do mix básico para os celíacos, uma mistura de farinhas de arroz, batata, polvilho doce e goma xantana. 
Hoje em dia, há restaurantes para celíacos, produtos GLÚTEN FREE e por lei, todos os alimentos e produtos industrializados DEVEM fornecer a informação nos seus rótulos - se o produto CONTÉM OU NÃO glúten a fim de alertar a população que não pode consumí-lo.

Então...de novo:

"Tenha cuidado! Ao deixar de consumir certos tipos de alimentos, é preciso colocar outros em seu lugar, com o mesmo perfil de nutrientes, porque o organismo vai se ressentir desta falta. Ele PRECISA destes elementos para não ficar com deficiência de algumas vitaminas e minerais!"

* Claro que se tu fores comer coisas sem glúten de vez em quando, não vai ficar carente de nutrientes! Estou falando do CORTE RADICAL do nutriente da tua dieta!!!

Bem...espero ter esclarecido um pouquinho sobre o assunto e peço que SEMPRE...SEMPRE...antes de aderir a alguma moda alimentar, procure se informar! Com tantos veículos de informação que temos hoje, é quase inadmissível a pessoa manter-se ignorante!


Por hoje é só, amigos!
Um beijo...e um queijo!


Fontes:
Revista Pense Leve - jun/2014
http://veja.abril.com.br/noticia/saude/gluten-e-ruim-para-quem

Um comentário :

  1. Oi, Ana Paula, tudo bom? Acho o trigo simplesmente dispensável para todo mundo. Sério. Não que faça mal, apenas é um carboidrato vazio, sem muitos nutrientes, tanto que é enriquecido com ferro e ácido fólico. Até batatinha é mais nutritiva. E engorda, como qualquer carboidrato. Aliás só se faz coisas que engordam usando trigo, além de que algumas dessas coisas causarem compulsão. Imagina aquele bolo de chocolate.

    Muitas pessoas são alérgicas ao trigo e não sabem. Eu não sabia que eu era alérgica a trigo porque os sintomas parecem comuns a qualquer alergia. Em pessoas alérgicas/sensíveis, não causa inflamação só no intestino. Meu intestino reclamava, mas não igual ao de um celíaco, então eu comia pão todo dia, normal, festinha com muito trigo dava dor de barriga, mas eu achava que eram os doces. Eu tinha rinite e pensava que fosse poeira, mas a rinite sumiu depois de cortar o trigo por uma semana (inflamação no nariz), a acne sumiu após duas semanas (inflamação na pele), a tendinite sumiu em três semanas e olha que eu nem tinha tomado anti-inflamatório (inflamação nos tendões), bursites e outras inflamações ocasionais sumiram após quatro semanas. Eu nem sabia que isso poderia acontecer, cortei porque eu estava com disenteria frequentemente e o alergista me mandou cortar o leite por um mês (não resolveu) e depois o trigo por um mês. Depois ele mandou reintroduzir o trigo. Em 3 dias a pele inflamou, em 5 a rinite voltou e em 1 semana eu larguei de vez, porque as dores no corpo voltaram. Antes, com o trigo, eu mancava de uma perna, algumas vezes a inflamação no tendão da coxa era tão forte que eu não conseguia ficar em pé. Abandonei todos os anti-inflamatórios e parei de comer trigo.

    Não é todo mundo assim, na minha família tem celíaco, meu avô tem dores de cabeça forte comendo trigo, minha mãe também apresenta intolerância, o incrível é que podem existir outras pessoas que, como eu, não sabem que é o trigo que está adoecendo elas.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...