Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Cortando e Separando as partes do Frango



Você sabe fazer isso? Não? Você conhece as partes do frango? Não? Então vem cá que eu vou te ensinar!

PS: Eu estava com as mãos sujas também então, esta foi a única foto que consegui tirar!  Senão eu ia ter que lavar as mãos o tempo todo e aí...não dá não é?  A foto ABAIXO não é de autoria minha e sim do blog  Cozinha da Solange.



Separe o material: Uma faca MUITO BOA, uma tábua de corte e uma tigela para colocar os pedaços. A seguir, retire o frango do pacote. Abra as suas pernas e retire um pacotinho que vem dentro, contendo pés,  pescoço, moela, fígado e coração!
Abra o pacotinho e coloque as carnes na tigela - antes, retire a traqueia do pescoço. 

A maneira clássica de cortar o frango ou galinha consiste em dividir a ave segundo sua própria anatomia, separando-a pelas juntas. Não é preciso força, serrar, usar o martelo.  Antes de cortar, procure sentir exatamente o ponto de junção dos ossos, onde será dado o talho.

A seguir, corte as laterais no sentido de onde estava a coxa para os ombros. Separe-o em duas partes: peito e costas. 

Pegue as costas pelas duas extremidades e mexa-a. Você vai ver que tem um lugar que as costas tem uma maleabilidade. Ali você a corta, dividindo-a em duas partes. Ainda nas costas, Divida de novo a parte de baixo ao meio.
Tudo o que for sendo cortado, vá colocando na tigela.

Pegue o peito. Retire TODA  a sua pele. Jogue-a fora...ela só faz mal!!! Ou mantenha-a nele se seu objetivo for assá-lo. Seguindo...Depois de retirar a pele, Passe os dedos por cima e sinta o osso do meio. Ao lado deste osso, bem coladinho , no sentido longitudinal você vai cortar os bifes do peito do frango - dos dois lados do peito.  Tire com o máximo de carne que conseguir. Coloque na tigela. Guarde o Osso do peito. Dá caldo. 

Então, agora vamos separar: 

* Coloque em saquinhos separados e CONGELE - se o frango for RESFRIADO ( se já tiver sido congelado antes, ATENÇÃO: NÃO PODE SER CONGELADO DE NOVO!!!):

1 - Coxas  (assados, molhos, cozidos...)
2 - Sobre-cochas (assados, molhos, cozidos...)
3 - Asinhas - Sem as pontas (assadas, molhos, cozidos,...)
4 - Peito inteiro ( sem osso) ou fatiado em bifes (bifes, cozidos, assados, sopas,...)
5 - Costas, pontas das asinhas, pescoço,  pés - e cabeça, se quiser (sopas e caldos)
6 - Miúdos ( moela, coração, fígado)  ( Sopas, molhos e caldos)


E aí? Entendeu? Qualquer dúvida me pergunte...eu te ajudo!!!
Como a Escola "Miss Bebella" foi desativada, aos poucos vou passando os textos informativos para este blog, ok?
Um beijo...e um queijo!

Bolo de Iogurte de Baunilha com Gotas de Chocolate






Oi, queridos! Aqui em casa, por conta das férias escolares, os bolos não têm durado nada, nada! Eu faço hoje e amanhã à tarde já acabou!!! As crianças devoram! E eu tenho por princípio fazer uma vez um bolo que EU gosto e uma vez um bolo que as CRIANÇAS gostam...porque senão, acabo por fazer apenas bolos que contenham chocolate: bolo mármore, bolo de chocolate, bolo formigueiro e por aí vai! O bolo anterior que eu publiquei (o de coco) durou um pouquinho mais, porquê quem comeu foi somente eu e meu marido. O de hoje, tenho certeza que amanhã estará a-ca-ba-do!!!

Hoje trago uma receita minha mesmo. Simples, SEM COBERTURA, porém bem atrativo e delicioso para as crianças. E então? Topas fazê-lo?

Para o bolo, você vai precisar de:

2 xíc. de chá de farinha de trigo peneiradas
1 xíc. de chá de açúcar
1 col. de sopa de fermento em pó
2 ovos
3/4 de xíc. de chá de óleo (eu usei o de girassol)
1 xíc. de chá cheia de iogurte natural
1 fava de baunilha - usar o conteúdo interno BEM RASPADINHO ( ou 1 pacotinho açúcar de baunilha OU 1 col. de chá de essência de baunilha - fica PARECIDO)
3/4 de  xíc. de chá de gotas de chocolate meio amargo

Faça assim:

Pré aqueça o forno a 170ºC (médio). Unte e enfarinhe uma forma com buraco no meio. Reserve.
Numa tigela, misture todos os ingredientes na ordem como se apresentam. Mexa bem, até a massa ficar homogênea. Coloque a massa na forma e leve assar por +/- 40 minutos. Faça o teste do palito.

OBS: Não descarte a "casca' da fava. Lave-a bem, deixe-a secar ao ar livre e coloque-a dentro do vidro de açúcar para perfumá-lo!

Por hoje é só, amigos!
Um beijo ...e um queijo!

Bolo de Coco de Liquidificador



Oi, amigos! Hoje eu trouxe um bolo bem gostoso, fofinho, rápido e fácil de fazer para comer no café da manhã, ou no lanche! Não fiz a cobertura (para variar!!!) para diminuir as calorias...mas se preferir com,  faça a que mais gostar! Aqui em casa durou bem pouquinho, pois fiz ontem à tarde e hoje pela manhã só tinha 1/4 dele!!! Então imagina que gostoso que fica!!! Tenham todos um excelente dia! A receita veio do site "Tudo Gostoso".

Você vai precisar de:

4 ovos
1 lata de leite condensado
1 xícara de coco ralado
1 xícara de chá de farinha de trigo
2 colheres de sopa de margarina
1 colher de sopa de fermento em pó


Faça Assim:

Pré aqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe uma forma de buraco no meio. Reserve.
Bata no liquidificador os ovos, o leite condensado, 1 xícara do coco ralado, a margarina e a farinha de trigo até ficar homogêneo. Adicione o fermento mexendo bem com uma colher. Coloque na forma e leve ao forno por 40 minutos +/- ou até que ao enfiar um palito, este saia limpo. Retire do forno, espere amornar e desenforme. Espalhe por cima do bolo a cobertura que mais te agradar!

Por hoje é isso, então!
Um beijo...e um queijo!

Pão de Milho com Passas e Erva Doce









Olá, gente! Agora finalmente posso dizer que estou de férias...pelo menos vou poder cozinhar mais, descansar mais...é que a minha "assistente" voltou!!! Bem...estava eu sentada...ou melhor atirada no sofá folheando os livros de culinária quando encontro esta receita! Só de lê-la já me deu água na boca! Quando vi a foto, então...aí resolvi fazê-lo! É fácil e rápido de fazer, e deve ser chamado de pão porque na massa usa-se fermento de pão, pois mais parece um bolo! Outra coisa que mexeu com a minha vontade foi o tempo estar fresquinho...tem uma brisa gostosa lá fora, pois quando está calor do jeito que estava até dias atrás, não há condições de fazer nada! Eu me sinto imprestável, amarrada mesmo e você? Eu estou falando de calor sufocante de 40ºC sem vento...dá a impressão de que não conseguimos respirar!!! Por isso que eu adoro o inverno...com a temperatura baixa a gente "anda"; a gente se mexe; tem mais disposição, energia...daí vem a fama dos baianos  que dizer ser preguiçosos...molengas...mas também com aquele calor...Bem...chega de conversa e vamos ao que interessa!
Receita do Livro "CELEIRO"- Culinária. Ed. Senac

Você vai precisar de:

50 gr. de uvas passa brancas
50 gr. de uvas passa pretas
2 xíc. de farinha de trigo branca
1 xíc. de farinha de milho fina (fubá)
3 col. de sopa de açúcar
2 col. de chá de sal
1 col. de sopa de fermento biológico seco (ou 1 pacotinho)
1 1/2 xíc. de leite morno
1 1/2 col. de sopa de vinagre branco
1/4 de xíc. de óleo vegetal
1 ovo
1 1/2 col. de sopa de erva doce

Faça assim:

Unte e enfarinhe com fubá 2 formas de pão médias. Reserve.
Lave as passas e escorra num escorredor. Reserve.
Junte todos os ingredientes secos. Mexa e reserve.
Junte os líquidos na tigela da batedeira e misture. Adicione os secos, misture e leve bater na batedeira por 8 minutos. A massa fica MOLE. No último minuto, junte as passas e a erva doce.
Distribua a massa nas duas formas e deixe crescer por uns 30 minutos com as formas cobertas por um pano limpo.
Ligue o forno a 180ºC nos últimos 10 minutos do tempo do crescimento. Ao findar o tempo, coloque os "pães" para assar por +/-50 minutos. Espere esfriar antes de desenformar!

Gente...por hoje é só!
Espero que curtam este "pãozinho" delicious!
Um beijo...e um queijo!

Empanada de...Caponata???



















Este prato não é apologia ao Internacional, não!!! É só para mostrar que eu usei a boca dele para cortar a massa, viu?!


Sim...misturando as culturas - Chile e Itália!!! E ó...ficaram de-li-ci-o-sas!!!! Quando estive nos Ingleses para passar o Natal, provei uma que um Chileno fazia para um café de lá! Quando a atendente me disse o sabor, adivinha: tive que provar...e amei! Um gosto excepcional! E quis reproduzir aqui, para que tu também experimente! E tenho certeza que vais gostar também!

As receitas vem de lugares diferentes! A Caponata, pesquisei, pesquisei e acabei por escolher uma do blog da Glau (de novo!) - o Quitandoca , e as empanadas tirei do site BEM SIMPLES, programa "Brasil no Prato" - comandado pela chef Carla Pernambuco.

Tenho algumas observações quanto as receitas: na receita da Caponata, eu não colocaria mais o vinagre de vinho branco; ou colocaria a metade da quantidade e metade de água (para ficar mais suave!) - só! E na receita da massa, eu tive que colocar mais quase 1 xícara de farinha de trigo para poder abrir! 

Para a Caponata, você vai precisar de:

1 vidro médio de azeitonas sem caroço picadas (acho que 300 ml)
1 pimentão amarelo
1 pimentão vermelho
1 pimentão verde
1 cebola roxa grande
2 dentes de alho
2 berinjelas médias 
2 galhos de tomilho fresco (se não tiver, use desidratado mesmo, lembrando que a erva desidratada retém mais o sabor do que a fresca...então, use menos!!!)
2 galhos de orégano fresco (se não tiver, use desidratado mesmo, lembrando que a erva desidratada retém mais o sabor do que a fresca...então, use menos!!!)
Sal
100 ml de vinagre de vinho branco ( usei, porém da próxima vez não colocarei! Colocarei somente água).
Azeite de Oliva extra-virgem

Faça assim: 

Duas horas antes: Corte as berinjelas em tiras finas. Coloque-as em camadas dentro de um escorredor de arroz, intercalando-as com sal. Então: uma camada de berinjela - 1 punhado de sal - e assim por diante...até acabar a berinjela. Você conhece ceviche? O processo é o mesmo...o legume vai se "cozinhar" no sal. Não se assuste. COLOQUE UM PRATO EMBAIXO, POIS A BERINJELA VAI SOLTAR BASTANTE LÍQUIDO! Deixe-as lá quietas por 2 horas.

Passado este tempo, LAVE BEM A BERINJELA para RETIRAR BEM O SAL. ESCORRA-A. Reserve. Corte todos os legumes em tiras finas. Pique o alho. Refogue a cebola e o alho em bastante azeite ( +/- 4 col. de sopa). Adicione os pimentões, as azeitonas e a berinjela. Mexa. NÃO COLOQUE SAL. Acrescente o vinagre.Mexa. Deixe evaporar bem, mexendo de vez em quando. Pronta a caponata.


Para a massa da empanada:


Você vai precisar de:


½ xic  de amido de milho, 
1 xic  de farinha de trigo, 
1 xic de farinha de trigo integral 
150 g de manteiga,
½ xic  de iogurte natural
1 ovo
1 colher (chá) de sal

Coloque em um processador a farinha integral, a farinha, o amido de milho, o sal e a manteiga e processe até formar uma farofa. Acrescente o iogurte e ovo e processe por apenas alguns segundos. Envolva a massa em filme plástico e reserve na geladeira de um dia para o outro. Abra a massa com a ajuda de um rolo, corte com um aro, recheie e feche. Leve para assar por 60 minutos em forno preaquecido a 180 graus, ou até ficar dourado.

Salada de Lentilhas Delicious - Variando a tradicional versão








Oi, amigos!!! Ainda estou de férias...com muita preguiça de cozinhar porém, sobrou para mim fazer a lentilha da ceia de Ano Novo!!! Curioso é que uns dias antes da virada a nossa querida, amada, salve-salve, minha "guru"  RITA LOBO ensinou a fazer uma lentilha diferente no SEU programa no canal GNT que para mim, foi a salvação da lavoura - eu estava afim de mudar o básico!!!! E devo dizer que a receita fez mesmo sucesso! A família adorou! Ficou light e muito saborosa! Palmas para a nossa amiga Rita!!!! Resolvi então trazer para ti a receita - óbvio que tu poderias ir ver lá no site...tanto, que já deixei o link...mas ver por aqui é mais fácil; porém RECOMENDO que dê uma passada por lá quando tiver tempo! É uma receita melhor que a outra!
Veja bem...não estou plagiando a Rita...apenas transcrevo aqui a sua receita (com uma pequenina adaptação)! As fotos são da lentilha que EU fiz.

Para a salada, você vai precisar de: 

500g de lentilha ( rendeu MUITO! da próxima vez dividirei TODA A RECEITA ao meio!)
3 cebolas médias
2 colheres (sopa) de óleo
1 pitada de sal


Faça assim:


Uma hora antes de fazer a salada, deixe a lentilha de molho na água. Numa panela coloque a lentilha e cubra com três vezes o volume de água. Leve ao fogo médio e, quando começar a ferver, deixe cozinhar por 15 minutos. Descasque e corte as cebolas em metades e fatie fino cada metade. Leve uma frigideira ao fogo médio. Quando esquentar, regue com o óleo e junte as fatias de cebola. Tempere com uma pitada de sal e vá mexendo de vez em quando, até que fiquem bem douradas. Enquanto isso, prepare o molho.
A lentilha precisa estar cozida, mas ainda firme para não desmanchar. Verifique o ponto e escorra bem a água. Transfira para a tigela com o molho e misture bem. Ainda quente, a lentilha pega melhor o tempero. Sirva em temperatura ambiente ou fria. Pode ficar na geladeira por 24 horas. Na hora de servir, junte as ervas e a cebola frita. 




Para o molho de ervas:



½ xícara (chá) de óleo de canola
¼ de xícara (chá) de azeite
1/3 de xícara (chá) de vinagre de vinho branco
1 colher (chá) de açúcar
1 colher (chá) de cominho (eu não tinha, então usei ervas finas)
2 colheres (chá) de sal
1 punhado de folhas de salsinha fresca
1 punhado de folhas de hortelã fresca (não usei)


Faça assim:

Numa tigela grande, onde a salada será servida, misture todos os ingredientes do molho, salvo as ervas. Lave e seque as folhas de salsinha e de hortelã. Pique grosso para dar à salada um aspecto rústico. Para deixar o sabor bem fresquinho, misture somente na hora de servir.


Então é isso, queridos amigos! Mesmo já tendo passado a a ceia da virada do ano, recomendo que faça esta salada! Ela é muito fresca...perfeita para o verão!
Tenham todos um excelente 2013!
Um beijo...e um queijo!