Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Bolinhos de Vinho
















Nossa...prometi...prometi e nunca fazia! Porquê? Não sei! Creio que é porque os bolinhos são fritos...Mas vez por outra, esta sobremesa não faz mal! 

Então...estes bolinhos eram feitos pela minha avó paterna há muuuuuitos anos. Descendente de alemães, nascida em 1902, a Vó Maria ( ou Vó Ia, como a chamávamos) fazia este doce sempre que queria fazer um agradinho a alguém! É um doce "forte", diferente e para o meu paladar...muito delicioso! É a terceira vez que o faço em 20 anos de casada!!! Devia fazer mais vezes! Dá um pouquinho ( só um pouquinho) de trabalho, mas vale a pena...os bolinhos têm uma massa bem leve, aerada, suave. Mergulhados nesta calda de vinho e deixados na geladeira de um dia para o outro, absorvem o sabor da calda, ficando uma coisa "d'outro" mundo! Claro que a nem todos agrada...mas seria mesmo impossível uma façanha dessas não é?


Bolinhos de Vinho da Vó IA

Você vai precisar de:

Para os bolinhos:

4 ovos
4 col. de sopa de farinha de trigo
4 col. de sopa de açúcar


Faça assim:
Bata as claras em neve. Reserve.
Bata as gemas com o açúcar até ficar cremoso. Coloque uma frigideira com óleo para aquecer no fogão. Enquanto isso, junte a esta mistura a farinha, misturando bem e por último as claras em neve, misturando tudo delicadamente. Frite às colheradas ( do tamanho de uma col. de chá) a massa, cuidando muito porque ela queima facilmente. Coloque em um papel toalha para escorrer bem e reserve.

Calda:

1 garrafa de vinho tinto - 750 ml ( eu usei cabernet sauvignon, mas pode ser vinho de garrafão mesmo!)
1 garrafa - a mesma medida - de água
5 ovos
2 xíc. de chá de açúcar
2 col. de sopa de amido de milho

Faça assim:

Bata os ovos e o açúcar na batedeira até ficar um creme bem claro. Reserve.
Coloque o vinho, a água e o amido de milho para ferver, mexendo SEMPRE para não embolar. Quando ferver e ficar cremoso, misture a creme de ovos ao vinho. Mexa e adicione os bolinhos. Deixe ferver ligeiramente e desligue. Espere esfriar, coloque em um prato e leve à gelar por +/_ 12 hs.

Enjoy!
Por hoje é só, pessoal!
Um beijo...e um queijo!

Mini Cuscuz de Palmito











Fazia um tempinho que eu queria fazer esta receita, mas estava um calor de matar por estes dias então, tive que adiar a receita.  Nas fotos, eles ficaram bem legais e o gosto bem...para o meu paladar, eu terei que ser sincera em dizer que não repetiria este prato, porque ele parece uma polenta temperada para ser comida fria...e eu de-tes-to polenta fria. Achei uma solução para comer: BRUSTOLEI  o cuscuz. Ficou bom.
Mas em todo o caso, aí está a receita:


Você vai precisar de:

3 col. de sopa de azeite de Oliva extra virgem
1/2 cebola bem picadinha
3 tomates sem sementes picadinhos
1 dente de alho picado 
1 col. de sopa de polpa de tomates 
270 gr. de farinha de milho
120 gr. de farinha de mandioca
400 gr. de palmito em conserva picado
coentro picado a gosto
2 1/2 xíc. de água morna com um tablete de caldo de legumes desmanchado dentro.
sal e pimenta a gosto

Faça assim:

Numa panela grande, refogue a cebola e o alho no azeite. Adicione os tomates e a polpa e deixe cozinhar um pouco. Junte o palmito e o coentro e mexa.  Adicione as duas farinhas (misturadas) aos poucos, mexendo. Tempere com o sal e a pimenta. Vá incorporando a água um pouquinho por vez, mexendo sempre. Cozinhe até desgrudar da panela. Molhe as forminhas com água e despeje a massa sobre elas. Leve à geladeira até a hora de servir. Desenforme.

OBS: Você também pode colocar numa forma para pudim.
OBS1: Receita retirada e adaptada da revista "Casa e Comida n11". Elaborada por ADRIANA DLEIZER, da Quitutaria.

Beijos e queijos!

Financiers




Oi, queridos! Sim...este bolinho diferente tem este nome, em homenagem ao pessoal que trabalha na zona de finanças francesa. Eles eram vendidos nesta região e tinham o formato de barrinhas de ouro. São tão populares na França que sua receita curiosamente, quase não aparece nos livros de culinária. Os verdadeiros bolinhos são feitos com farinha de amêndoas.

Ultimamente estava tão calor que não dava vontade de fazer NADA!!! Agora, com a chuva que deu e o frescor do ar...corri para fazer esta receita.

Este bolinho é bem gostoso! É crocante...é diferente, pois a receita não leva nenhum tipo de líquido (somente manteiga derretida).Também, demorou bastante para assar - 1 hora certinha - ao contrário do que eu li por aí, que indicam 15-25 minutos. Não sei se é o meu forno, ou o quê! Bem bom para acompanhar um cafezinho, ou um chá!

Bem, chega de trá-lá-lá e vamos à receita:

Você vai precisar de:

200 gr. de farinha de trigo peneirada
200 gr. de açúcar de confeiteiro
100 gr. de farinha de amêndoas
150 gr. de manteiga
4 claras de ovos
1 pitada de sal


Faça assim:

Unte as forminhas com manteiga e farinha. Reserve.
Misture os ingredientes secos em um recipiente. Coloque a manteiga derreter numa panelinha em fogo baixo. Enquanto isso, misture as claras aos ingredientes secos. Incorpore a manteiga derretida à mistura.
Ligue o forno a 200ºC. 
Encha as forminhas com 3/4 da mistura. Coloque as forminhas dentro de uma forma grande e leve  ao forno na parte alta. Asse até que estejam dourados. Após 25 min. de forno, abaixe a temperatura para 180ºC. Tempo???? Depende do forno de cada um...o meu levou 1 hora. Fique de olho. Após assar, retire do forno e espere esfriar. Desenforme. 

Bon appétit !!!